" />

O que e CFDs? e Por que negociar em CFDs?

O comércio de contratos por diferença (CFD) tomou o globo como uma tempestade na última década e foi de um produto institucional para um que é altamente comercializado no mercado varejista e vem rapidamente tomando o lugar das ações como produto de escolha para comercialização flexível e com bom custo-benefício.

Mas por que você deveria negociar CFDs?

CFDs são um ótimo instrumento de troca, pois permitem que você alavanque seus retornos. Comprar ações da forma tradicional incita pagar pelo preço completo, usando CFD é possível criar a mesma exposição com menos dinheiro.

Os CFD basicamente te permitem ficar na maioria dos mercados com uma margem de 1% a apenas 10%. É similar a fazer empréstimos para as trades e o efeito é o de potencializar possíveis ganhos e perdas por um fator de 10 (assumindo uma margem requerida de 10%), já que um aumento de 2% no preço de uma ação seria o mesmo que um retorno de 20% do desembolso inicial. Os preços também seguem de perto a ação subjacente, de fato, é difícil notar a diferença. Não é necessário pagar taxas capitais, mas você tem de pagar o juros sobre o montante emprestado. Ou seja, se você comprou ações no valor de 100.000, a margem é de 5.000, mas você terá de pagar juros por dia pelo empréstimo. No fim das contas, não chega a ser muito.

Posições Longas e Curtas

CFDs também lhe permitem seguram tanto posições ‘longas’ quanto ‘curtas’. O benefício disso é, claro, que ganhos significantes podem ser feitos tanto no caminho pra cima quanto pra baixo, proporcionando a oportunidade de lucrar num mercado de ações em declínio.

Retornos Alavancados.

Ao usar CFDs, o trader pode fazer ganhos significantes. Por exemplo, peguemos ações da Apple. Suponhamos que você comprou 500 ações da Apple (AAPL) por $130 cada; normalmente, teria de gastar $65.000 se fizesse negócio por um corretor tradicional. Se, então, conseguisse vender Apple por $134, ganharia $2000, que é um retorno de cerca de 3.1%. Porém, com um contrato por diferença, você pode comprar 500 contratos das ações por uma margem de 10%, apenas $6.500. Este custo reduzido é referido como a margem inicial dos CFD. Se as ações subirem nos próximos dias e você conseguir vender por $134, ainda fará um lucro de $2000, mas o retorno em seu capital empregado será de 30.8%. Por outro lado, é possível notar que uma perda significativa de capital  pode ocorrer, caso o mercado se mova contra sua posição.

 

Acesse milhares de Investimentos Financeiros Comercializáveis

Outra grande coisa sobre CFDs é que é fácil mudar entre ativos. Se os traders estão baixistas sobre o mercado, tendem a se mover e encurtar o índice. Eles voltam a especular em ações individuais quando se sentirem mais confortáveis com o desempenho do mercado de ações. E não só isso. A queda global das taxas oferecidas pelo Interbank (Libor) tornou a trade de margem muito mais barata do que costumava ser – por exemplo, segurar uma posição longa de ações no Reino Unido, aberta por mais de 7 semanas, tipicamente sairá mais barato através de contratos por diferença do que pelo comércio normal de ações, apesar de períodos mais longos normalmente significarem que os juros compensarão o imposto de selo, tornando as ações uma opção melhor.

Gosto do fato de que posso trocar posições de qualquer tamanho com CFDs – sejam grandes ou pequenas, e prefiro as menores durante as trades noturnas, quando estou dormindo. E ainda por cima, não existem limites de tempo nos CFD. Você não precisa se preocupar com datas de expiração.  Os índices e ações CFD não possuem limites de tempo e com commodities, os contratos são automaticamente arrolados no mês seguinte. Também gosto do horário de negócios e da função de parada garantida, oferecida pelos corretores de CFD, o que reduz muito o risco durante a noite. As horas de negociação expandidas são bem confortáveis quando comparadas às horas limitadas das trocas locais. Muitas subjacentes podem ser comercializadas além do relógio para que as paradas possam ser executadas às 3 da manhã, se necessário. Isso ajuda a limitar quaisquer surpresas negativas quando os mercados abrirem.

Contratos por diferença são ótimas ferramentas de trading por causa de sua transparência e fácil acesso.

Como os Provedores Fazem Dinheiro?

As companhias de contratos por diferença fazem seu dinheiro com os juros cobrados (acima da taxa base, claro) e uma spread levemente maior. Podem até empregar táticas vistas como desonestas… e os mercadores podem atrasar as trades vencedoras de serem preenchidas, eu certamente tenho minhas suspeitas, mas se você possuir um sistema decente, uma pequena margem de erro não te arruinará.

A spread não é tão boa quanto uma conta de acesso direto, mas te dá mais alavancamento, o que significa que pode fazer mais com ela. Diferente do acesso direto, você pode trocar ações durante o dia com ela sem ter £25.000 na conta e, apesar das spreads não serem tão apertadas, e você jamais conseguiria fazer trades intradia com ações do Reino Unido mesmo. Acesso direto te permite uma margem de 50% a 20% e te cobrará várias camadas de comissão… a comissão dos corretores e do mercado.

Eu diria que é o instrumento perfeito para investidores avançados ou para aqueles que já experienciaram apostas de spread e com muitos prós em comparação ao acesso direto. Você também pode colocar paradas e limites mas, geralmente, não chega tão perto do preço que você gostaria na maioria das ocasiões. É mais para trading de curto a médio prazo, dias a semanas (ou meses, no aperto)… mas não muito longas, pois os juros se acumularão. Apostas de spread só se for up side, já que não são tão dracônicas com sua experiência e são livres de taxas mas, até onde a maioria das traders se importam (os que perdem), não faz tanta diferença em suas mentes.

E também… fique atento nas coisas de muitos equipamentos! Pode ser um caminho rápido para os lucros se você tiver um bom sistema e experiência, mas se não… você perderá muito dinheiro. Duas técnicas usadas por traders experientes para mitigar os riscos de grandes perdas é ligar quaisquer perdas potenciais ao montante de dinheiro que estiverem dispostos a perder – capital de investimento – e ter disciplina quando se trata da perda que se está disposto a aceitar. Por exemplo, se você tiver $20.000 de capital disponível para risco, não deve comprometer mais que 10% – ou $2.000 – para cada contrato. O bom é que provedores CFD não querem que você acabe com a sua conta toda, pois é difícil conseguir recuperar o dinheiro de você, então eles podem liquidar suas posses se não tiver margem para posições abertas. Isso normalmente acontece antes de você ficar negativado (a maior parte das vezes)… Digo isso por experiência. Então, em vez de perder sua casa, carro, trabalho e filhos… Você só estoura sua conta e talvez tenha algum trocado restante dos ddez mil que enfiou lá! Ótima experiência de aprendizado, se um pouco cara.

 

Visão Geral dos CFD:

  • CFD significa contrato por diferença.
  • CFDs também permitem aos investidores especular em instrumentos e mercados que de outra forma estariam indisponíveis ou seriam difíceis de se investir, como mercados estrangeiros.
  • CFDs permitem aos investidores se beneficiar dos ganhos capitais de uma ação em particular sem ter que possuir ou pagar por ela fisicamente.
  • CFDs te permitem participar do mercado de ações a custos consideravelmente menores do que através do comércio de ações tradicional. Isso ocorre porque os CFDs só precisam de uma pequena margem inicial como depósito. O alavancamento permite a magnificação e aceleração de retorno dos investimentos.
  • Você entra em um acordo com um provedor CFD – geralmente um corretor ou firma oferecendo o serviço online – para arrumar a diferença entre o preço e um investimento em particular quando o acordo é feito e seu preço quando ele é encerrado.
  • Seu lucro ou perda é determinado pela diferença entre os preços nos quais você compra e vende o contrato.
  • Você tem um juros na movimentação do preço da ação, mas não compre e segure a ação em si. Na verdade, o corretor consegue segurar as ações. Isso provê uma compensação contra o contrato.
  • Contratos por diferença te permitem vender ações das quais não é o dono. Isso lhe permite lucrar com a queda dos preços das ações.
  • O investidor usando CFDs tem de fazer uma decisão chave – se acham que o investimento subjacente vai subir ou descer. Acerte e você ganha, erre e perde.
  • As taxas de juros baixas fizeram a trade de margem mais barata do que nunca. Os traders só tem que pagar a Taxa Oferecida do Interbank de Londres (Libor) mais 2.5%, que atualmente é menos de 4% ao ano.
  • Assim como apostas de spread, a quantidade que você perde pode ser limitada com uma stop loss.